top of page
  • Foto do escritorLuciane Brum

Alerta Climático: Impactos devastadores das mudanças climáticas na América Latina e no Caribe.

Atualizado: 30 de ago. de 2023

Aquecimento global, aumento do nível do mar, secas prolongadas, incêndios florestais recordes e derretimento das geleiras. Esses são apenas alguns dos impactos climáticos extremos que a América Latina e o Caribe estão enfrentando, de acordo com o novo relatório da Organização Meteorológica Mundial (OMM). O relatório destaca a tendência alarmante de aquecimento e os efeitos devastadores desses eventos na região.



Nos últimos 30 anos, as temperaturas aumentaram em média 0,2°C por década, a taxa mais alta já registrada. Isso resultou em uma série de problemas, como a queda na produção hidrelétrica devido a secas prolongadas, o aumento das emissões de dióxido de carbono devido a incêndios florestais intensos e a ameaça ao abastecimento de água devido ao derretimento das geleiras.


Além disso, a região enfrenta riscos crescentes devido ao aumento do nível do mar e ao aquecimento dos oceanos, que ameaçam os meios de subsistência, ecossistemas e economias costeiras. A situação é agravada pela vulnerabilidade de grande parte da população que vive em assentamentos urbanos informais e pela alta taxa de subnutrição.


O relatório destaca a importância da adaptação e mitigação da mudança climática nas áreas de agricultura e segurança alimentar, bem como energia. Embora a região já tenha uma participação significativa de fontes renováveis ​​no consumo total de energia, há um enorme potencial inexplorado de energia solar e eólica que precisa ser aproveitado.


A divulgação desse relatório durante a Convenção Internacional sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento destaca a importância dos Serviços Meteorológicos e Hidrológicos Nacionais e dos centros climáticos regionais na prestação de serviços aprimorados para apoiar a adaptação e mitigação das mudanças climáticas.


Diante desse cenário preocupante, é essencial que tomemos medidas urgentes para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, promover a conservação dos recursos naturais e buscar soluções sustentáveis ​​para mitigar os impactos das mudanças climáticas. A hora de agir é agora, e precisamos de um esforço conjunto de governos, organizações e indivíduos para enfrentar esses desafios e construir um futuro mais resiliente e sustentável para a América Latina e o Caribe.


FONTE: https://public.wmo.int/en/media/press-release/climate-change-vicious-cycle-spirals-latin-america-and-caribbean


Gostou deste artigo? Compartilhe sua opinião conosco nos comentários abaixo e junte-se à conversa!



0 comentário

Comments


bottom of page